quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Força, Rafael Amoroso

Enviando boas energias e vibrações para Rafael Amoroso.



O ex-atacante do Juventus está internado em estado gravíssimo, em coma induzido, no Hospital das Clínicas, e passou por duas cirurgias para retirada de coágulos no cérebro.

Amoroso foi espancado na cabeça com barras de ferro por um grupo de 15 criminosos após correr atrás de um ladrão e recuperar a bolsa de uma amiga, que havia sido assaltada num bloco de carnaval na região do Largo da Batata, no sábado. Ele estava na festa acompanhado de três amigos, que também foram agredidos.

O atleta foi revelado pelo São Caetano e o Juventus foi seu último clube. Tem 27 anos, é casado e pai de um filho de 10.

As informações são do jornal Agora São Paulo.

Na imagem, Rafael Amoroso comemora um de seus dois gols marcados no empate por 3 x 3 com o Ituano, pela Copa Paulista, em partida realizada no dia 28/08/2016. (Ale Vianna / CA Juventus)

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Camisa da A2 - agora sim

Resolvido o problema interno que impediu o Juventus de jogar com seu uniforme correto no primeiro jogo do campeonato, o Moleque Travesso corretamente vestido disputou as rodadas posteriores com seu novo fardamento e os devidos patrocinadores.

Polêmicas à parte (e resultados à parte), a camisa da A2 difere da camisa usada na Copa São Paulo pela inserção do logotipo Eu Sou Torcedor, alusivo ao programa de Sócio-Torcedor do clube. Além disso, a marca da Esfiha Juventus passa a aparecer duas vezes nas mangas, para ser lida de frente e de costas.

Judson vestindo o fardamento remanescente da Copa São Paulo de Juniores, com patrocínios pontuais, na estreia da Série A2, contra o Capivariano

O mesmo atleta com o uniforme correto, na segunda rodada da A2, contra o Água Santa, em Diadema


O uniforme 2, branco, ainda não foi utilizado. Certamente fará sua estreia na partida contra o Sertãozinho, já que o Touro dos Canaviais também é grená e será o mandante do jogo.

A outra novidade é que a camisa do goleiro Deola traz no peito a assinatura do jogador. Creio que seja o primeiro atleta da história do clube a ter essa honraria. Se esse detalhe impulsionará a venda desse material nas lojas, caberá ao torcedor decidir...

Vitor Omena na copinha

Deola em Penápolis, com a camisa autografada


ATUALIZAÇÃO
Contrariando o que esperávamos, o Juventus atuou de grená contra o Sertãozinho, que optou por mandar a partida vestindo o uniforme branco. A curiosidade deste jogo é que André Dias ganhou a posição de titular sobre Deola, porém sua camisa 12 também trazia a assinatura do ex-goleiro palmeirense...



Acompanhe mais informações e atualizações "quase" diárias no facebook do Manto Juventino.

Crédito de todas as fotos: Ale Vianna / divulgação CA Juventus

domingo, 29 de janeiro de 2017

camisa da estreia na Série A2

O Juventus iniciou sua caminhada no Paulistão Série A2 hoje à tarde, contra o Capivariano, na Rua Javari.
Recém rebaixado da Série A1, o Leão da Sorocabana veio à Mooca mas não mostrou todas as suas garras. Mesmo assim, acabou conseguindo um ótimo empate no terreno da Javari, hostil a visitantes.

Ruim para o Moleque Travesso, que mostrou ter força ofensiva, especialmente com Judson (que perdeu um gol feito), Jorge Mauá (que perdeu dois gols em lindas jogadas, uma bola na trave e outra defendida por Júlio "sósia do Marcelinho Carioca" César) e Jhony (este fez o gol e ganhou as esfihas da Web Rádio Mooca).

SINTAM-SE EM CASA
Três jogadores retornaram ao Juventus para este campeonato: o goleiro Derli (que defendeu o Moleque Travesso em 2007), o volante e lateral Thiago César "Saned" (2011) e o volante Derli (2013-2016, que estava emprestado ao Botafogo de Ribeirão Preto). Do elenco anterior, ficaram o goleiro André Dias (desde 2014), o volante Fellipe Nunes (desde 2014) e o atacante Caihame (desde 2016).

A dupla de volantes Derli e Saned (Foto: Ale Vianna / CA Juventus)
 
SUPER BOLA FORA
Problemas logísticos com a Super Bolla, fornecedora de material esportivo, com sede em Goiânia, fizeram com que o Juventus não tivesse nenhum fardamento à disposição para esta tarde.

Os atletas utilizaram os uniformes remanescentes da Copa São Paulo Júnior 2017, no primeiro tempo. No segundo tempo, parecia que Rafael Ferro, Adiel, Elvisinho e Gueguel estavam de volta ao clube, mas era apenas uma alucinação causada pelo retorno inesperado do uniforme da Copa Paulista de 2015, ostentando os patrocínios da época e tudo, para suprir a mancada da confecção. Apenas Camacho e Deola repetiram a camisa nos dois tempos da partida.

PÚBLICO
Apesar de um pouco de confusão causada pelos novos sistemas de venda de ingressos e sócio-torcedor, o público pagante foi bom: 1.885 pessoas. Mais do que a média de público na Série A2 do ano passado. Esperamos que os problemas experimentados hoje sejam logo corrigidos.

E AGORA?
O Juventus pega o Água Santa nesta terça-feira, no Estádio Distrital do Inamar, campo do adversário.



quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

camisa nova na Copinha

Não é habitual equipes estrearem uniformes novos em torneios de categorias de base. Geralmente, quando há mudança de fornecedor, os clubes recorrem à uniformes provisórios (os famosos "tampão") ou ao equipamento da temporada passada, às vezes com o logotipo do antigo fornecedor tampado. Mas o Juventus não esperou o início da temporada profissional para entrar em campo com seu novo fardamento.

Além do novo uniforme, o Moleque Travesso também vestiu os novos patrocinadores, anunciados no site oficial do clube horas antes da partida contra a Portuguesa, válida pela primeira rodada da Copa São Paulo de Futebol Júnior 2017.




Novas camisas já com os patrocínios para 2017. (foto: divulgação CA Juventus)

A São Cristóvão Saúde assumiu o espaço master da camisa, que até pouco tempo atrás era ocupado por outra empresa ligada à planos de saúde. O Fort Banco Fomento Mercantil estampa seu logotipo nos ombros. As mangas estão ocupadas pela marca da Esfiha Juventus.

Os patrocínios não poluem visualmente a camisa e até são discretos, mas convém lembrar que ainda há espaço para mais...

E o jogo? Diante de um Conde Rodolfo Crespi completamente lotado, o Juventus ficou com a posse de bola e, sem espaço pelo meio, procurou jogar pelas pontas ou investir nos lançamentos. Um deles foi perfeito: o zagueiro Gustavo fez a bola viajar até encontrar Moicano, na entrada da área portuguesa. O atacante chutou forte, de primeira, e estufou as redes. Após o gol, o Juventus se fechou e, nos contra-ataques, quase ampliou. 

O empate entre os outros adversários do grupo, Sete de Setembro/AL e Figueirense/SC, deixou o Juventus na liderança isolada do grupo. Uma vitória no segundo jogo, contra o time alagoano, assegurará a classificação antecipada para a segunda fase.

Moicano comemora seu gol (foto: Ale Vianna / divulgação CA Juventus)

 Equipe juventina da Copinha (foto: Ale Vianna / divulgação CA Juventus)

ATUALIZAÇÃO

Na partida contra o Corinthians, pelas semifinais, no dia 22 de janeiro de 2017, o Juventus acrescentou patrocínios pontuais ao uniforme: o restaurante Divino Fogão, na barra da camisa e a empresa Luga, fabricante de agendas, calendários e folhinhas, nos calções. O logotipo do São Cristóvão Saúde passou a aparecer também nas costas da camisa, acima do número.




sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

camisa 2017 - a volta da Super Bolla

Foi realizado na noite de quarta-feira, 21 de dezembro, o lançamento dos uniformes da temporada 2017 do Juventus.

O evento marcou o retorno da confecção goiana Super Bolla ao patrocínio técnico do time grená, após um hiato de um semestre, período no qual a nova direção do Moleque Travesso recorreu ao fornecimento da simpática empresa Deka, enquanto procurava por outra parceira no mercado.

Podemos dizer que a festa de arquibancada foi completa, pois contou com a animada presença da renovada bateria da Torcida Ju-Jovem, além da exibição do trailer do filme "Voltaremos", que conta a história do clube sob a óptica da torcida Setor 2. Usaram da palavra o jornalista Fernando Galuppo (dedicado pesquisador da história do clube) e o presidente Domingos Sanches. A mestre de cerimônias foi a jornalista Michelle Gianella.

Enfim, vamos ao que interessa.


Da esquerda para direita: feminino, visitante, treino (azul), goleiro (preto), passeio grená, passeio branco e mandante.

Foram modelos do evento os(as) atletas: Daniela Ortolan, Gil Bahia, Alex Barros, Judson, Deola, André Dias e Derli.

 


 Abaixo, o material de divulgação apresentado pela Super Bolla em suas redes sociais:





Os principais elementos da camisa nova são a faixa na junção das mangas e a barra da camisa, além do "chevron" na altura do peito. Achamos que a camisa grená ficou um pouco carregada demais por esses detalhes, enquanto o manto branco ficou mais equilibrado. No geral, ficou bacana.

Mas a Super Bolla acertou na cor, desta vez. Não é violeta como em 2015, nem avermelhado como em 2016.

Importante ressaltar que não foi lançado nenhum terceiro uniforme ou comemorativo. O azul que aparece nas fotos é um kit de treino. A fornecedora do material esportivo fez questão de ressaltar, no material promocional, que as cores do Juventus são grená e branco.

O uniforme alternativo de goleiro é laranja. O equipamento de Deola leva a assinatura do jogador.

Registramos a presença dos ex-jogadores juventinos Chiquinho Canotilho, Lelo, Wilson Buzzone e Bizi. Na foto abaixo, acompanhados por Fernando Galuppo.



Algumas camisas de nosso acervo foram expostas no evento. Atendendo ao convite dos organizadores, exibimos os uniformes de 1971, 1972, 1974, 1977, 1983, 1986, 1993, 1997, 2003 e 2007.


A previsão é de que os novos uniformes cheguem à loja Grená e Branco no dia 23 de dezembro. Eles estão em pré-venda no site da Super Bolla.

O Juventus deverá estrear os novos uniformes na Copa São Paulo de Futebol Junior.

Fotos: Ale Vianna / divulgação CA Juventus




quinta-feira, 4 de agosto de 2016

camisa grená 2016 1/2 com patrocínios

Em um evento realizado ontem na sede social do Juventus, foram anunciados oficialmente os patrocinadores e apresentada a camisa grená (até então só havia aparecido a branca).





Nas fotos acima, representantes das empresas patrocinadoras e os atletas Thiago Beserra e Adiel, de grená, e André Dias com a camisa de goleiro (crédito: Ale Vianna / CA Juventus)

Vamos contar juntos quantos patrocinadores são e o que está escrito?

1 - Andra Materiais Elétricos
2 - BR Energias - Economia em todos os sentidos - www.brenergias.com.br
3 - LogicTrans Logística e Transportes Rodoviários
4 - Grená e Branco Esportes Oficial
5 - Prysmian Group
6 - Legrand
7 - Açaí Verão
8 - Gelo-A
9 - Acqua Academia
10 - Medihouse

São 10 patrocínios diferentes, sendo que o logotipo da Grená e Branco aparece duas vezes e os da Prysmian e Legrand, por serem de um mesmo grupo empresarial, se alternam (aparecem numa camisa, mas não em outra). Além de tudo isso, ainda tem o logotipo da Deka Sports. Ah, tem o distintivo do Juventus também.

Antes que alguém pergunte, a bandeira do Irã que enfeita a sala da presidência do clube nada tem de misteriosa. Ela, assim como a bandeira do Brasil, estampam um tapete, presente recebido 4 anos atrás, quando os garotos Farbod Mahmudi e Mohammad Matin vieram em um intercâmbio e passaram uns tempos nas categorias de base.